Seul, 8 Jan 2019 (AFP) – A visita do líder norte-coreano, Kim Jong-un, à China pode prenunciar novas cúpulas sobre o futuro da península coreana, mas também é uma maneira de pressionar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, devido ao impasse nas negociações – avaliam analistas. As negociações entre Pyongyang e Washington sobre o arsenal nuclear da Coreia do Norte estão paralisadas desde a histórica cúpula de junho entre Kim e Trump em Singapura. Os Estados Unidos optam por manter as sanções até que a Coreia do Norte renuncie às armas nucleares. Pyongyang propõe, por sua vez, um alívio imediato da punição. Em seu discurso de Ano Novo, Kim advertiu que seu país poderá “não … – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2019/01/08/kim-jong-un-se-reune-com-xi-jinping-pensando-em-trump.htm?cmpid=copiaecola

Fonte: Noticias.uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here