Uma jovem de 27 anos vive, há quase um ano, sendo perseguida pelo ex-companheiro em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, uma vez que o homem não aceita o término do relacionamento. Nessa quinta-feira (3), a mulher foi atropelada pelo agressor e teve vários ferimentos.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a vítima estava sentada com outras pessoas em uma calçada da rua Odontólogo, no bairro Jardim das Palmeiras, quando um GM / Celta em alta velocidade subiu no passeio, quebrou uma árvore e prensou a jovem contra o muro de uma residência.

O carro era conduzido pelo rapaz de 32 anos. Não satisfeito, o homem ainda afastou o veículo sendo que, em seguida, tentou jogá-lo novamente contra a ex. Ele foi impedido por testemunhas que presenciaram o crime.

Após a ação covarde, o homem fugiu e o carro dele foi encontrado na casa de uma vizinha, já no bairro Jardim Canaã. Dentro de Celta militares localizaram uma barra de ferro e um facão. O homem não foi localizado.

A mulher foi socorrida para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Planalto. O estado de saúde dela não foi divulgado.

Medida protetiva

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a vítima já possui uma medida protetiva contra o ex-companheiro. Desde o ano passado, ela registra boletins de ocorrência de ameaça e lesão corporal.

Em abril de 2018, a mulher procurou a polícia alegando que estava em um ponto de ônibus quando o homem apareceu e questionou se eles não reatariam o relacionamento amoroso. Diante da negativa da jovem, o agressor disse que ela deveria fazer um seguro em nome do filho do ex-casal – à época com 2 anos – uma vez que ele iria matá-la.

Na ocasião, a vítima também foi empurrada. Ainda conforme a corporação, um inquérito foi aberto para apurar o caso dessa quinta.

FONTE: Otempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here